Adaptação escolar

A adaptação da criança é um foco muito especial para nós da Villa Kids. Ela nem sempre é uma tarefa fácil, por isso seguimos um programa que prioriza o bem estar das crianças, sua gradativa permanência na escola, respeitando o seu tempo. O processo de adaptação é um momento único para cada família e será vivido de forma diferente e única pela criança e pelos pais.
Durante o processo de adaptação, é recomendável a permanência de um membro da família no ambiente escolar, para que a criança sinta-se amparada e não desenvolva o que chamamos de “fantasias de abandono”. É muito importante para a criança perceber que na escola existe um lugar para as crianças (grupo) e outro para os pais (adultos). Em outras palavras, para que comece a construir um espaço social seu, desvinculado do ambiente doméstico, em que as figuras do pai, da mãe e dos irmãos são praticamente as únicas referências. É importante frisar que o tempo e os cuidados de adaptação devem respeitar ritmos e necessidades de cada criança, e por isso variam de caso para caso.
Atuando como mediadora das novas situações que a criança passará a viver na escola, a professora é a figura-chave do processo de adaptação. Ela deve se aproximar aos poucos do universo pessoal de cada novo aluno, conhecendo-o melhor, descobrindo seus gostos e preferências.
Por isso, indicamos algumas dicas para este momento tão especial e delicado que é o ingresso na Educação Infantil:

A vinda da criança para a escola deve ser preparada. Quando falar sobre a escola, demonstre entusiasmo e satisfação. Acima de tudo, tente dominar sua própria ansiedade, para que ela não acabe se transferindo para a criança;

Na chegada à escola, procure trazer seu filho andando, porque é muito difícil para a criança desprender-se do colo dos pais;

Durante o período de adaptação, atenda às propostas da professora, mostrando para a criança que mãe e professora são parceiras e estão empenhadas em adaptá-la ao novo ambiente;

Quando acriança se aproximar chorando (trazida pela professora), abrace-a, converse que estará esperando ela no final do turno e em seguida incentive-a a ir brincar ou a ficar ao seu lado (mas evite segurá-la no colo);

Evite entrar na sala de seu filho durante as aulas, ela é um espaço que deve ser respeitado e a presença dos pais nela, além de dificultar a compreensão da separação, fará as outras crianças cobrarem a presença de seus familiares. Lá é um novo espaço onde a criança compartilhará diferentes experiências e no qual ela precisará validar a professora como autoridade, construindo com ela um vínculo de confiança;

O choro na hora da separação é normal e nem sempre significa que a criança não queira ficar na escola; assim como a ausência do choro não significa que a criança não esteja sentindo a separação.  Por isso a conduta firme dos pais é sempre aconselhável;

Evite comentários sobre a adaptação com os demais familiares e amigos em sua presença;

Nunca saia escondido de seu filho. Despeça-se naturalmente dizendo que o ama e que logo virá buscá-lo na escola;

Incentive a criança a procurar a ajuda da professora/educadora quando necessitar algo, para que crie laço afetivo com ela;

Cuidado com a aparente adaptação. Os pais devem respeitar o período estabelecido pela escola;

Rotina da adaptação:

1º dia – O responsável pela criança fica na escola por 1 hora, no ambiente da sala de aula, acompanhando a criança durante todas as suas experiências.

2º dia – O responsável entrega a criança à professora e se distancia por alguns momentos, aguardando na recepção da escola. Sempre que a professora julgar necessário, promoverá o encontro do responsável com a criança. Neste dia a criança permanece na escola por 2 horas.

3º dia – O responsável entrega a criança à professora, despede-se e aguarda na recepção da escola. Neste dia a criança permanece na escola por 3 horas.

4º dia – O responsável entrega a criança à professora, despede-se e aguarda na recepção da escola. A criança permanece na escola por 4 horas.

5º dia – O responsável entrega a criança à professora, despede-se e aguarda na recepção da escola. A criança permanece na escola por 5 horas. Os pais deverão permanecer na escola de acordo com a necessidade do seu filho e orientação da coordenação.

Em caso de dúvidas quanto ao comportamento de seu filho durante o processo de adaptação escolar, procure o Serviço de Psicologia que estará a sua disposição para esclarecer e ajudar sempre que necessário.